Em formação

Patos: Pequim

Patos: Pequim

Origem, difusão e características econômicas

Raça de origem chinesa, importada para a Europa por volta de 1870 (originalmente era branca, com reflexos amarelados e pernas alaranjadas).
Atualmente, existem duas variedades: a americana e a alemã. A seleção deste último é puramente alemã e inglesa e levou à formação de um tipo mais vertical com plumagem branca amarelada (Pequim americana possui plumagem branca pura).
É considerada a melhor raça de carne e também é adequada para criação intensiva. Boa postura (cerca de 130-150 ovos por ano; algumas cepas podem chegar a 200; peso médio dos ovos 60 gramas e casca verde claro ou azul claro). Raça rústica, pode viver em recintos com muito pouca água; não voa.
Raça muito precoce: os patinhos pesam cerca de 2,5 kg em oito semanas.
A raça de Pequim é frequentemente usada para cruzar com o macho Barberia para a produção de patinhos mulards.

Características morfológicas

Plumagem uniforme de branco marfim.
Corpo em forma de paralelepípedo, cabeça grande com bico curto laranja e olhos azuis.
Pescoço curto, costas oblíquas em direção à garupa, cauda elevada; as pernas são trazidas para trás, amarelas, escondidas entre as penas. O hábito é muito ereto.
Peso médio:
- macho 3,5 kg
- fêmea 3,0 kg

Par de patos brancos de seleção alemã de Pequim

Padrão da raça - FIAV

I - Geral

Origem
China.

Ovo
Peso mínimo g. 70
Cor da casca: branca a amarelada.

Anel
Homem e mulher: 18

II - Tipo e Endereço para Seleção
Pato com corpo maciço e retangular; hábito fortemente detectado; trem de volta subindo; cor da plumagem amarela de enxofre.

III - Padrão
Aparência geral e características da raça

1 - Formulário
Tronco: forma de um paralelepípedo retangular, cujo comprimento é duas vezes a largura e a profundidade. Linha da coluna vertebral e linha
inferior, bem como as linhas dos quadris, paralelas. Hábito fortemente detectado.
Cabeça: mais larga que longa, arredondada; Largo; bochechas muito proeminentes com testa alta e larga. Garganta muitas vezes um pouco cheia.
Bico: curto e largo; parte superior ligeiramente côncava; não curvado; vermelho alaranjado com garra clara. Raias de bico escuro o
pregado para ser julgado com clemência em mulheres adultas.
Olhos: íris escura.
Pescoço: comprimento e largura ou espessura proporcional ao corpo, portados retos, como uma extensão harmoniosa do corpo. As penas
a parte superior do pescoço e o pescoço alongados se juntam para formar uma crina, também chamada de "frisure", pouco desenvolvida em indivíduos jovens, mas que aumenta com a idade.
Dorso: largo nos ombros; inclinado em linha reta em direção à cauda.
Asas: não muito longas e bem ajustadas ao corpo.
Cauda: forte, oculta por plumagem abundante. .
Peito: muito desenvolvido e regular, implantado alto; sem nenhum traço de quilha; frequentemente com uma ligeira cavidade no meio.
Pernas: pernas fortes, ocultas por plumagem abundante. Tarso curto e forte que deve permitir que o animal não esfregue o
barriga no chão. Cor vermelho laranja.
Barriga: bem desenvolvida; arredondado, largo e cheio.

Defeitos graves:
Corpo pequeno e curto; peito liso ou estreito. ombros planos; linha da coluna côncava ou arredondada; trem traseiro pontiagudo; traços de
quilha; mancal do corpo ou cauda muito horizontal ou muito reto; cabeça estreita com testa plana e / ou bochechas não proeminentes;
bico longo, palha ou manchado.

2 - Pesos
Macho: kg. 3.5
Fêmea: kg. 3.0

3 - Plumagem
Conformação: plumagem lisa da capa; edredom abundante.

IV - Cores

BRANCO
Branco com pigmentação amarelo-enxofre o mais regular possível.
Defeitos graves: plumagem branca sedosa ou pura; presença de penas de outra cor.


Vídeo: Como fazer Pato de Pequim (Janeiro 2022).