Em formação

Patos: Pomerânia

Patos: Pomerânia

Origem, difusão e características econômicas

Raça pesada originária da Alemanha, não generalizada. Coloca cerca de 100-160 ovos por ano com uma casca branca a esverdeada. Criado para a produção de carne e ovos.

Características morfológicas

Plumagem escura com gola branca e peito.
Bico e pernas de cor laranja.

Peso médio adulto:
- machos 3,0 kg
- fêmeas 2,5 kg


Pato da Pomerânia (foto www.g-e-h.de)

Pato da Pomerânia (foto Rauna)

Padrão da raça - FIAV

I - Geral

Origem
Sob nomes diferentes, os patos azuis, pretos ou tawny, com um design idêntico, viram a luz nas diferentes regiões da Europa desde o século XII a partir dos patos do campo. Pato da Pomerânia na Alemanha, pato sueco, Termonte na Bélgica ou Duclair na França.

Ovo
Peso mínimo g. 70
Cor da casca: branca a esverdeada.

Anel
Homem e mulher: 18

II - Tipo e Endereço para Seleção
Forma de pato campestre, com corpo longo, largo e profundo, não deve parecer grossa apesar do tamanho. Hábito quase horizontal e peito sem quilha.

III - Padrão
Aparência Geral e Características da Raça

1 - Formulário
Tronco: longo, profundo e carnudo.
Cabeça: longa com testa plana.
Bico: bastante longo e largo; topo ligeiramente côncavo. Cor: de acordo com a variedade.
Olhos: íris escura.
Pescoço: comprimento médio, ligeiramente arqueado.
Dorso: longo, largo e ligeiramente arredondado.
Ali: bem fechado; apertado ao corpo; altas taxas de fluxo.
Cauda: bem fechada.
Peito: cheio e arredondado; um pouco proeminente.
Pernas: pouco à vista. Tarso quase no centro do tronco, de comprimento médio. Cor de acordo com a variedade.
Barriga: larga e profunda.

Defeitos graves:
Corpo estreito, pequeno e raso; peito plano ou pontudo; apontou de volta.

2 - Peso
Macho: kg. 3.0
Fêmea: kg. 2.5

3 - Plumagem
Conformação: bem apertado ao corpo; penas duras com barbas macias, extremamente ricas em penugem.

IV - Cores

AZUL com VARA
Azul brilhante de tom uniforme, o espelho retrovisor segue a cor azul da plumagem. Algumas penas negras isoladas são toleradas por razões genéticas. Às vezes, há uma leve borda escura, especialmente nos homens. Cabeça e pescoço do macho de um tom mais escuro. Na frente do pescoço e no bócio há um babador branco de tamanho harmonioso, com contorno, se possível, bem delimitado. Uma mancha branca na garganta, no tamanho máximo de uma miniatura, não deve ser considerada um mérito ou um defeito. Jaqueta com a mesma cor do casaco.
Cor do bico do macho cinza-azulado até cinza-verde ou cinza-preto. Na fêmea cinza-verde a cinza-preto. Prego preto em ambos os sexos. Tarso manchado de vermelho-preto ou vermelho-preto a preto; dedos e membrana interdigital ligeiramente mais claros em ambos os sexos.
Defeitos graves: muito castanho ou castanho na plumagem; penas brancas nos remiges; áreas de penas brancas na plumagem azul ou azul na plumagem branca; babador que se estende da garganta à barriga ou ao redor do pescoço, bem como a presença de uma mancha branca que se estende da garganta até o babador ou bochechas.

PRETO com VARA
Preto intenso com reflexos verdes, para o resto, como a variedade azul. Jaqueta cinza-preta.
Cor do bico do macho verde salgueiro escuro; somente em indivíduos jovens, há uma mancha escura na parte superior que começa da linha do cabelo até a ponta. A fêmea verde-preta. Tarso muito escuro a preto; dedos e membrana interdigital com algumas manchas mais claras.
Defeitos graves: bico colorido chumbo; marrom em plumagem; penas brancas nos remiges; áreas de penas brancas em plumagem preta ou de penas pretas em plumagem branca;
babador que se estende da garganta à barriga ou ao redor do pescoço, bem como a presença de uma mancha branca que se estende da garganta até o babador ou bochechas.


Vídeo: SALIÓ MAL EL PRIMER CORTE DE PELO DE Mr LOL! Mi cachorro. Lizy P (Janeiro 2022).